‘Pra cada música de bunda, tenho uma de amor’, diz Tato da Falamansa

Hit absoluto do Carnaval de São Paulo, O Bloco do Rindo à Toa, da banda Falamansa, estreou no carnaval de rua de São Paulo, em 2016, levando para os 60 mil foliões a cultura musical brasileira, em especial o forró e suas variações. 

Em 2017, o bloco comandado pela Banda Falamansa consolidou-se como o maior bloco de carnaval de São Paulo e arrastou uma multidão de pelo menos 500 mil pessoas por todo o percurso, de acordo com os organizadores, transformando a Faria Lima em um enorme “rastapé”.

Para 2018, o Rindo à Toa promete novamente muita alegria e dança. No repertório, os maiores sucessos da banda, grandes hits nacionais, como “Sonífera Ilha”, “Saideira”, “Do Leme ao Pontal”, e vários frevos e xotes conhecidos do público.

Leia entrevista exclusiva com Tato Cruz, ícone da onda de valorização de forró e da música nordestina ocorrida nos anos 90. Hoje, a Falamansa já tem status de banda clássica e seus hits seguem tocando, não apenas no Carnaval, passando com louvor no teste do tempo.

Qual é a sensação de ver as músicas que você fez serem cantadas em uma situação como o Carnaval?
Tato – Sem dúvida, ouvir as minhas musicas no carnaval me enchem de alegria. Sempre me preocupei em escrever canções de alegria que pudessem ser entoadas em qualquer ocasião, por qualquer pessoa.
Poder levá-las ao carnaval é mais uma prova de que nossa música é atemporal e intensifica o valor de uma boa mensagem.

É verdade que a letra de Xote dos Milagres foi feita para sua mãe? 
Tato – Sobre Xote dos milagres, publiquei uma explicação no Facebook da banda que explica a razão da composição. (em vídeo hilário postado no dia 25/1, ele negou ter feito a música para mãe e brincou que ela foi feita para uma “camela” chamada Cindy Lauper).

Fico feliz que as pessoas queiram saber a razão de uma letra de música. Mostra que o nosso país não tá de todo perdido e ainda se interessa por boas histórias.

O que te motiva a fazer uma música nova?
Tato – Minha motivação pra escrever é sempre motivar os outros. Entendo a minha música como um veículo para fazer o bem. Tudo o que escrevo é feito pra fazer as pessoas se sentirem melhores. Mais confiantes, mais alegres. Sou um compositor motivacional.

Que características acha que existam na música da Falamansa que fazem com que permaneça atual?
Tato – A Falamansa sempre será atual porque leva na sua música a cultura brasileira, e que é cultura, parte da história do país, nunca sai de moda. As letras são atemporais e também ajudam a perpetuar o nosso trabalho.

Qual considera sua missão musical?
Tato – Nossa missão hoje é ser a diferença. Pra cada música que fale de “bunda”, tenho uma que fale de amor. Pra cada canção sobre álcool, tenho uma sobre fé. Pra cada música de inveja ou vinganca, sempre terei uma que fale de alegria, e assim vai… acredito no poder da palavra.

SERVIÇO

Bloco do Rindo à Toa
Desfile: 17 de fevereiro às 15hs
Concentração Oficial: 14hrs em frente a CASA GOFUN
Trajeto: Casa GoFun até o Largo da Batata
Casa GoFun – 11hs para foliões com abadás)
Avenida Faria Lima, 104, ao lado do Bar Pirajá
Vendas: Abadás 1º Lote: R$ 40,00 https://www.ingresse.com/ingrsssos-bloco-rindo-a-toa-17-02-18

Com abadá:
OPEN de Skol das 11hs às 12hs na concentração na Casa GoFun, na Avenida Faria Lima, 104, bem em frente a saída do bloco, com música, banheiros, foodtrucks, bar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *